Arquivo

Archive for the ‘Ligado no Mundo’ Category

Mudanças operacionais em linhas de ônibus da Zona Norte


Em virtude da sobreposição de linhas de ônibus no percurso Jardim Antártica-Terminal Casa Verde (9070/10), algumas mudanças serão implantadas pela SPTrans para melhorar o transporte público na região. Por isso, a linha de ônibus não estará nas ruas a partir deste sábado (27/5).

Aos passageiros que utilizam a linha, duas outras fazem um trajeto semelhante: Jd. Pery-Metrô Santana (1759/10) e Vila Dionísia-Metrô Santana (1741/10).

Além disso, os usuários que costumam embarcar no bairro Jardim Antártica terão à disposição os ramais: 148L/10 Jd. Antártica-Lapa; 1742/10 Jd. Antártica-Metrô Santana; 1758/10 Jd. Antártica-Metrô Santana; 1760/10 Jd. Antártica-Shop. Center Norte; 2013/10 Jd. Antártica-Cachoeirinha; N231/11 Term. Cachoeirinha-Pedra Branca (passagem); e N236/11 Metrô Santana-Jd. Antártica. Clique aqui e veja no site da SP Trans as mudanças detalhadas, com os trajetos de cada linha.

Também no sábado (27/5), por conta do mesmo problema de sobreposição de linhas, mais quatro ramais de ônibus serão substituídos, dando lugar a duas novas. As novas linhas farão o percurso entre o Parque Edu Chaves e o Metrô Belém (213E/10); e a rota entre o Jd. Guançã e o Terminal Tietê (2033-10).

Deixam de existir linhas que percorrem o Jardim Guançã e a Praça da Sé (2175/10 e 2204/10), e que partem da Vila Sabrina (até a Praça do Correio, 1156/31; e até o Parque D. Pedro II, 2171/10).

Entre as alternativas, para quem usa a linha 2175/10, terão à disposição a nova linha entre o Parque Edu Chaves e Metrô Belém citada acima, além dos ramais Jardim Brasil – Praça do Correio (2182/10), Parque Edu Chaves – Praça do Correio (2161/10), Parque Novo Mundo – Parque Dom Pedro II (272N/10) e Metrô Santana – Penha (278A/10).

Já os usuários das outras linhas desativadas – 2204/10, 1156/31 e 2204/10 – terão à disposição a nova linha 2033/10, que faz o percurso entre o Jardim Guançã e o Terminal Tietê.

Obras emergenciais da Sabesp também vão afetar o sistema de ônibus, em Santana, a partir de segunda-feira (29/5). As reformas acontecerão das 7h às 18h e devem durar até a próxima sexta-feira (2/6). Serão afetadas as linhas Metrô Santana-Terminal Penha (271A-10), Cangaíba-Metrô Santana (271A- 51), Parque Novo Mundo-Metrô Santana (271M-10) e Vila Nova Galvão-Santana (2025-10). O percurso de partida das linhas permanece os mesmos. Veja aqui os detalhes das mudanças pontuais no trajeto dessas linhas.

Fonte: SPNorte

Temperatura cai, doenças respiratórias afloram


A temperatura esfriou e a atenção com as doenças respiratórias precisa ser redobrada, sobretudo com as pessoas que estão nos extremos da vida, crianças e idosos. Além da gripe, que está no foco do Ministério da Saúde por meio da vacinação contra o vírus Influenza, cujo “Dia D” acontece neste sábado (13/5), também são muito comuns outras infecções das vias aéreas (IVAS), como a faringite, laringite, rinite, sinusite, e otite.

Esses processos resultantes do contágio de bactérias e vírus atingem os seios da face, a região nasal, ouvido, faringe e laringe. Além disso, quem tem asma pode sofrer mais crises por conta do tempo seco e ar frio. No grupo de risco dos mais afetados estão as crianças, pois o sistema imunológico ainda passa por desenvolvimento, o que ocasiona maior facilidade de contágio por terem menos defesas.

Espaços fechados são grandes propagadores desses vírus e bactérias. No caso das crianças, as creches, jardins e escolinhas pode ser ponto de infecção, em virtude do contato com amigos doentes e objetos de uso comum. Se alguém próximo, como os pais, fica doente, a criança também pode sofrer contágio.

Na outra ponta da vida estão os idosos, com seu sistema imunológico mais frágil e debilitado. Neste caso, a idade é um fator comprometedor, pois o corpo está desgastado, o que compromete a resposta imune de defesa aos antígenos. Com isso, eles são um dos primeiros a receber vacina contra a gripe na campanha de vacinação.

Sendo assim, o jeito é prevenir-se. Como muita gente fica doente ao mesmo tempo, sobretudo com gripes e resfriados, o melhor a fazer é evitar lugares fechados. Além disso, o contágio acontece, muitas vezes, de pessoa para pessoa. Por isso, quanto maior a proximidade com alguém infectado, mais chances há de contágio.

Medidas simples podem evitar a propagação dos vírus e bactérias, como, por exemplo, preferir lugares abertos e bem ventilados; lavar sempre as mãos e o nariz para retirar a poluição e potenciais invasores, usar um lenço ao tossir, abrir as janelas de ônibus para facilitar a ventilação natural, não ficar num muito tempo no ar-condicionado, nem sair de um local frio para um quente, para evitar um choque térmico.

Por fim, adote um estilo de vida saudável, alimentando-se bem e praticando exercícios físicos regularmente. Em caso de algum sintoma das IVAs, não se automedique, e sim procure um médico. Tomar um remédio por conta própria, pode, além de disfarçar os sintomas de uma doença, encobrir alguma enfermidade mais grave.

Fonte:SP Norte nº762

Cresan oferece curso gratuito de horta urbana


Serão 30 vagas para atividades técnicas e práticas de horticultura e jardinagem funcional

O Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional (Cresan) na Vila Maria, equipamento da Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo (SMTE), está com inscrições abertas para o curso extensivo em Hortas Urbanas. Ao todo, serão disponibilizadas 30 vagas gratuitas.

Os interessados podem se inscrever pelo e-mail: eancosan@prefeitura.sp.gov.br. É necessário enviar nome completo, número do RG e telefone. Todas as oficinas acontecem no Cresan Vila Maria (Rua Sobral Júnior, 264 – Vila Maria Alta).

O curso tem como proposta desenvolver atividades técnicas e práticas de Horticultura e Jardinagem Funcional, desde a identificação de solos até a aplicação de plantas em ambientes específicos, como agentes de redução de impactos aos poluentes. Além disso, as oficinas também têm como objetivos incentivar a pesquisa cultural local e ampliar a socialização e a troca de ideias e de conhecimentos.

O curso será ministrado pelo grupo Sinfonia de Cães e será divido em três encontros:  25 de maio e 29 de junho, sempre das 14 às 17 horas. Ao final, os participantes receberão certificado.

Confira o cronograma:

Local: Cresan Vila Maria
Rua Sobral Júnior, 264 – Vila Maria Alta

25 de maio
Plantio (Consorciação e rotação)
Manejo (Tratos culturais)
Pragas e doenças (Caldas)

29 de junho
Comedoria (Grãos germinados, sucos funcionais e PANCS – Plantas alimentícias não convencionais)

Fonte: A Gazeta da Norte

 

Feira do Livro Cosmos no Shopping Tucuruvi


Feira do Livro tem mais 12 mil títulos diferentes para quem quer conhecer mais sobre o mundo da literatura

O Shopping Tucuruvi, em parceria com a Livraria Cosmos, vai proporcionar aos leitores uma viagem literária com a Feira do Livro Cosmos. “Trazemos sempre novas experiências para os clientes. Pensando em quem é apaixonado por leitura, estamos com esse evento especial, que é a Feira do Livro, com mais de 12 mil títulos disponíveis para todas as idades”, detalha Laís Marques, gerente de Marketing. Romance, poesia, contos infantis, história são alguns dos gêneros literários que estão à venda na Feira do Livro Cosmos. Os valores dos títulos custam entre R$ 5 e R$ 60. O evento acontece até sábado (8), na Praça de Eventos do Shopping Tucuruvi (Av. Dr. Antonio Maria Laet, 566, Tucuruvi – São Paulo / SP), entre 10h e 22h, de segunda a sábado.

TAGS: LIVRARIA COSMOS

Feliz Aniversário!!! Simone Trindade Xavier


simonetx

Febre Amarela, a nova ameaça do Aedes. Saiba como se proteger


Se já não bastassem os surtos de zika, dengue e chikungunya, a febre amarela voltou a preocupar depois que foram confirmadas duas mortes pela doença no noroeste do Estado de São Paulo (Ribeirão Preto e Bady Bassitt),onde foi intensificada a vacinação contra o vírus.

As mortes foram causadas pela febre amarela silvestre, transmitida por mosquitos que vivem em áreas rurais e matas. Vários macacos infectados também morreram em 10 cidades da região.

Na área urbana, o principal transmissor são os mosquitos do gênero Aedes. A última ocorrência de febre amarela urbana no país foi em 1942, no Acre. Mas a ameaça ressurgiu desde que o Aedes aegypti voltou ao Brasil, no final da década de 1970. Isso porque uma pessoa que contrair a febre amarela silvestre e for picada pelo mosquito da dengue pode ajudar a transmitir a doença no meio urbano.

É importante saber:

  • A febre amarela só é transmitida pela picada dos mosquitos transmissores infectados. A transmissão de pessoa para pessoa não existe.
  • Os sintomas são febre, calafrios, dor de cabeça e dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, cansaço e fraqueza. Em casos graves, a pessoa pode apresentar icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia e insuficiência de vários órgãos.  Por isso é importante procurar uma unidade de saúde ao perceber os primeiros sintomas. Mais de 20% das pessoas desenvolvem a forma grave da doença.
  • O tratamento é apenas para os sintomas. Nas formas graves, se a pessoa não receber assistência médica, ela pode morrer.
  • No caso da febre amarela silvestre, não há como controlar a proliferação dos mosquitos. Somente a vacinação e o uso de repelentes são eficazes.
  • A vacinação é indicada para todas as pessoas que vivem em áreas de risco para a doença (zona rural da Região Norte, Centro Oeste, estado do Maranhão, parte dos estados do Piauí, Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), onde há casos da doença em humanos ou circulação do vírus entre animais (macacos).
  • A vacina é gratuita e está disponível nos postos de saúde em qualquer época do ano. Pode ser aplicada a partir dos 9 meses (essa idade foi reduzida para os 6 meses nas cidades onde foram constatados casos da doença) e é válida por 10 anos.
  • Não é qualquer pessoa que pode tomar a vacina. Ela é contraindicada a gestantes, pessoas com o sistema imunológico debilitado e pessoas alérgicas a gema de ovo.Quem está tentando engravidar, também não deve tomar a vacina, pois já pode estar grávida.
  • A vacina leva uns 10 dias para proteger a pessoa da doença, pois o organismo precisa desse tempo para produzir anticorpos contra o vírus. Então, repelente é fundamental nessa fase!
  • Use sempre repelente. É bom lembrar que a vacina só protege contra a febre amarela. Os riscos de contrair dengue, chikungunya e zika continuam elevados, ainda mais no verão.

Repelente Nutripele

Uma das melhores opções para se proteger contra os mosquitos da dengue, chikungunya, zika e febre amarela é o Repelente Nutripele. Além de ser formulado com um dos mais seguros ingredientes do mercado, o IR3535, o mais recomendado por pediatras e dermatologistas para bebês a partir dos 6 meses de idade, ele possui 30% do ativo repelente, a maior concentração entre todos os repelentes disponíveis no Brasil, garantindo 5 horas de proteção.

A segurança e a suavidade da loção Repelente Nutripele, inclusive para gestantes, é garantida também pela fórmula sem perfume e sem álcool. Além de proteger contra mosquitos, ela hidrata e é muito fácil de espalhar, deixando a pele macia, suave e não grudenta.

Fonte:Repelente Nutripele

Feliz Aniversário!!! Servulo Rosa Vieira


servulo

%d blogueiros gostam disto: